Melhores livros de 2016 que vão estar sempre entre os melhores

Melhores livros de 2016, acaba o ano, e o que ficam são aqueles vários livros comprados e não lidos.

Para quem estabeleceu metas de leitura, fiz essa lista de melhores livros de 2016, a fim de dividir as grandes e boas experiências literárias que tive no último ano.

É complicado conseguir selecionar as melhores leituras de um ano. Em um 2016 marcado por boas opções literárias, vou optar só por três. É óbvio que é uma lista pessoal, e escolhi falar de poucos e bons livros que acredito que perpetuarão pelas listas de melhores opções por anos. Escolhi livros de temas distintos, com formas completamente diferentes de narrativa.

Além de falar dessas maravilhas, a lista serve também de ajuda pra quem anda procurando coisas novas pra ler.

Essa lista de melhores livros de 2016 não inclui outras obras que eu li e gostei, como “O Sumiço”, de Georges Perec, o chocante e pueril “Como se estivéssemos em palimpsesto de putas”, de Elvira Vigna, e o maravilhoso “História do novo sobrenome”, segundo volume da tetralogia de Elena Ferrante.

Pra quem ainda não encontrou o amor literário de 2016, indico também a autora Svetlana Alexievich; o livro “Destinos e Fúrias”, da Lauren Groff; “Mr. Mercedes”, do Stephen King, e “Syfy” do John Scalzi.

Assim, damos início a uma lista de melhores livros de 2016 que tem a minha cara! Espero que gostem das minhas indicações e curtam as leituras.

Uma bela surpresa no Dia da Toalha!

Tinha me esquecido como era bom ler Douglas Adams e precisava me atualizar sobre as poderosas lições sobre a vida o universo e tudo mais até que ganhei de presente de aniversário esta relíquia!

Sim, este livro foi escrito nos anos 80 logo após a conclusão de “O Guia do Mochileiro das Galáxias“, na época em que o autor estava se dedicando aos roteiros de Doctor Who. E para nosso deleite, finalmente a saga cômico/policial/nonsense com toques de horror e viagens no tempo chegou ao Brasil numa edição novinha.