8 lições que o Mundo de Chaves nos ensinou sobre a vida

 Mundo de Chaves, como falar de algo que eu tanto conheço e considero pacas? Um dos primeiros programas seriados que eu assisti na vida e sou muito fã, afinal, são 32 anos de exibição constante no Brasil.

Quando se tem acesso ao mesmo universo e personagens todos os dias, não dá pra não absorver alguns discursos. Pra quem achou que o Mundo de Chaves era só feito de piadinhas, com certeza não observou as lições incutidas nas falas dessas crianças com cara de chefes de família. Como boa exploradora que sou, parei pra perceber as entrelinhas dos vários episódios que assisti e separei algumas pra vocês.

Quer conferir? Claro que quer! Olha aí

As lições do Mundo de Chaves

1 – Não faça as mesmas coisas esperando resultados diferentes.

Não importa quantas vezes o Senhor Barriga entrasse naquela vila, ele sempre levaria uma pancada!

Eu sabia, você sabia e todos que veem a série sabiam… Se bobear até ele sabia. Era só a carinha do dono da vila aparecer pelo portal para que a gente esperasse por uma porrada daquelas! Não sei vocês, mas se demorasse muito tempo pra vir eu até fechava os olhos.

Mas, ficou a lição. Não espere resultados diferentes se houver repetição das ações. Mude a estratégia se quiser mudar o que virá.

2 – Amigos são muito importantes.


Esqueça aqueles parentes chatos dizendo que amigo é só pai e mãe! Amigos são muito importantes sim.

Amigos te levam pra Acapulco quando você tá sem grana, dividem a bola com você e às vezes até um pirulito. Fora os momentos legais que você pode proporcionar e compartilhar, mesmo sem família e morando num barril… Por mais que a gente duvide, dá pra ser bem feliz e ter muitas histórias pra dividir.

Até pra “evitar a fadiga”, tem sempre um brother pra levar suas cartinhas. Falando no seu Jaiminho, dá uma olhada na camiseta inspirada nesse personagem maravilhoso, só um click… Sem cansar!

3 – Aprecie as coisas simples da vida.

Pode ser um sanduíche de presunto, um desjejum ou um copo de leite de burra rs. O Mundo de Chaves é cheio de detalhes e de pequenos deslizes do destino que transformam até os mais malvados em seres incrivelmente sensíveis. É tão legal de assistir! Pensar que a vida por aqui também poderia seguir esse caminho…

4 – Tenha cuidado com namoros abusivos.

Vá com calma, afinal, todo mundo viu as coisas que o Chaves fazia pela Paty. Abria mão dos seus brinquedos, dos seus sucos e até do seu amado sanduíche de presunto. O que ficou disso tudo foi a lição de que não devemos nos anular por outras pessoas.

Seu Madruga é outro, que apaixonado pela vizinha nova, Glória, faz de tudo por ela e até trabalha…”MADRUGUINHA” tava entregue demais e a gente via isso.

5 – Seja criativo e procure algo que lhe satisfaça.

Observem a Dona Florinda, que mesmo com a pensão do falecido marido, decidiu se aventurar como dona de restaurante, boleira e até empresária do ramo de churros…

Seu Madruga então, foi de marceneiro a produtor de show de ioiô. O importante ali era fazer algo que lhes completasse. Usavam de suas criatividades nos mais diferentes empreendimentos, mesmo não ganhando dinheiro…

É aquele ditado, né: “pago tudinho de uma vez no fim do ano”.

Seu Madruga tentou de tudo e pensou em tudo… Pena que tinha pouca sorte quando o assunto era trabalho, quem viu ele vendendo refrescos com Chaves,  sabe bem do que eu estou falando. Essa história, inclusive, inspirou até uma camisa! Dá uma olhada na nossa CAMISETA TIENDA DEL CHAVO.

6 – Não complique demais as coisas.

Eu sei que o Homem Invisível está aqui!”

“Por quê?”

“Porque não estou vendo ele!”


“Qual é o animal que come com o rabo?”

“Todos. Porque não podem tirar o rabo para comer”


É isso, né?! Dispensa comentários. Só vem ver essa camiseta, Aula de desenho,  que tem tudo a ver com o assunto!

7 – Seja sincero com as coisas que faz, mesmo que tenha dúvidas.

Assuma seus erros. Pode ser por ter dado uma bolada na cara do amigo, por ter raspado as “antilhas” , matado um rato ou atropelado o gato do Quico.

De acordo com as minhas experiências com a série, quem fala a verdade sempre ganha comida… Fica a dica.

8 –  Tenha consciência de classe.


Por último, mas não menos importante, o Mundo de Chaves nos ensinou sobre a diferença entre as classes.

Enquanto o Quico, cheio da grana, tinha quantos pirulitos quisesse, várias bolas e quantos balões pudesse carregar, nossos outros personagens sofriam com a privação diária.

“Chaves, como se chamam os animais que comem de tudo?”

“Ricos!”

Chaves nos mostrou que uns tinham mais do que outros e às vezes questionamos muito mais vendo a série do que nas nossas vidas.

Bora mudar isso?

Ai, eu amo Chaves e é um grandessíssíssimo prazer escrever esse texto de hoje!

E pra quem assim como eu é apaixonado pelo Mundo de Chaves e todas as maravilhosidades dele, dá uma olhada aqui nessas estampas da Chico Rei na categoria Chaves!

É estampa que parece brusinha e tem gosto de novidade.

Até a próxima.