Nossa vida e lar multifuncionais

Pare e pense: quantos papéis você assume todos os dias? Filho, às vezes pai ou mãe, estudante, funcionário/chefe, namorado (a), amigo (a) fiel. Tudo isso em uma só pessoa. Agora, acrescente isso tudo na correria do dia-a-dia. Quer saber? Melhor não parar para pensar, senão desanima.

Seguindo a mesma tendência corrida e prática, as casas de hoje estão tendo que se adaptar da mesma maneira. Já explico. Pense na planta da casa de seus avós. Acertei se existia ou existe sala de jantar, sala de TV, sala de estar, área de serviço, lavabo, banheiro social, suíte, etc? Pode até ser que todos esses itens não entrem, mas garanto que pelo menos três desses apareceram.

Hoje em dia, a menos que você tenha a chance e a grana de construir uma casa do seu jeito, com o espaço que você deseja, as opções que te restam são os chamados “apertamentos”. Apês com espaços cada vez menores que te obrigam a ter um lar mais prático e multifuncional. Costumamos ver em anúncios de imóveis “sala dois ambientes”, que nada mais é que uma sala comprida que tem que ser sala de jantar/TV/estar.

A paz invadiu Machu Picchu

Viajar é sinônimo de conhecer o novo. E a novidade me pega de qualquer maneira, pelos olhos, pés, boca ou por sensações que não sei bem como explicar.

E a paz de estar Machu Picchu é, para mim, inexplicável. Assim como fica inexplicável para meus amigos o motivo de eu ter passado por lá três vezes nos últimos anos. Mesmo sabendo que a palavra que traduz meu sentimento por lá é “paz”, ela sempre bate de forma diferente.

O Pacto

Horns vai estrear no cinema em breve, mas ainda dá tempo de ler o livro que inspirou este thriller sobrenatural!

O filme é uma adaptação do best-seller escrito por Joe Hill (filho prodígio de Stephen King) e conta a história de Ig Perrish (Daniel Radcliffe), um jovem de 26 anos que tem a vida virada pelo avesso quando sua namorada é estuprada e morta, deixando-o como principal suspeito. O caso é arquivado por falta de provas e mesmo um ano após a tragédia, nada foi provado ou descoberto ainda, o que o obriga a partir em busca do verdadeiro responsável… Certa manhã, Ig acorda de ressaca e nota que dois chifres estão nascendo em sua testa. Além de bizarros, eles possuem um estranho poder: ouvir os segredos mais sombrios das pessoas. Ele começa, então, a investigar o crime por conta própria.