Guerra Infinita de Comida!

Frango de padaria ladeando a macarronada. Resolveram trocar o sagrado líquido negro do capitalismo – que não deixa de ser maravilhoso por isso – pelo novo refri de tangerina albina de Madagascar. Nem precisava tanto pra que o tio esquerdopata, barbudo e de camisa vermelha, arremessasse um pão com salame no irmão. Com calça social terminada num mocassim, o agredido saca uma coxinha, bombardeando de volta. E antes do sobrinho Golpista, que Impeachmou a Coca pela Fanta-sabor-desgraça-familiar, gritar “guerra de comidaaaa!”… A matriarca berra: “chegaaaa! Respeitem ao menos o almoço de domingo”.

Por essas e outras, obriguemo-nos a discordar do Maior-Brasileiro-de-Todos-os-Tempos-Só-Que-Não: Silvio Santos? Até poderia ser, mas NÃO! Silvio andou por aí de mãos atadas com um certo presidente vampiresco, que Topa Tudo Por Dinheiro – aqui cabe uma onomatopeia né: máaa oooiiii! Na verdade falemos de Levir Fidelix, quando interpelado em debate na eleição passada, soltando uma pérola contra a união de pessoas do mesmo sexo: “aparelho excretor não reproduz”. Desculpa aí Levir, mas é tanta gente falando merda, bostejando pela boca, que parecem mesmo ter sido paridos pelos ânus.