São tempos difíceis para os sonhadores…

Quero que você pense em um filme cheio de delicadezas, pensou? Agora acrescente a singularidade das produções francesas e voilà, apresento: O fabuloso destino de Amélie Poulain. Amélie passa sua infância reclusa em casa, recebendo aulas de sua mãe e consultas médicas de seu pai – que a diagnostica com uma possível cardiopatia – e por isso mantém a filha isolada do convívio com outras crianças. Subitamente Amandine – mãe de Amélie – morre, e a partir desse momento ela espera o tempo passar até atingir a maioridade e sair de casa. Assim, a

Pra ver no fim de semana: 39 dicas de Martin Scorsese

Martin Scorsese é, indiscutivelmente, uma lenda viva do cinema. A filmografia impecável ao longo de mais de quarenta anos de carreira, construída graças a uma produtividade invejável, faz do diretor, produtor e roteirista quase unanimidade. Gênio por trás das câmeras, Scorsese custou a ser reconhecido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e, após um mar de indicações, ganhou seu primeiro Oscar em 2007, graças ao êxito de Os Infiltrados. Se a Academia custou a reconhecê-lo, o mesmo não pode ser dito sobre a crítica especializada e colegas de profissão.