Representatividade importa : Seleção de estampas com L MAIÚSCULO!

Chegou a vez das “sapatão” nessa Chico Rei.

Incluir não é um favor, é um dever, e a gente sabe que já que vai fazer pra todo mundo, então é pra ser todo mundo mesmo.

Às vezes a sigla LGBT fica devendo um pouco, não integra tudo o que deveria integrar. É muito mais difícil encontrar produtos de entretenimento voltados pras minas lésbicas, além de ser brutal em uma diferença simples.

Casais abusivos da ficção e da vida real que a gente amou mas não deveria

Estamos já no esquenta pro Dia da mulher e selecionamos por aqui casais abusivos da ficção e da vida real que nos amamos, mas que tiveram momentos super abusivos.

É bacana compreender que vivemos em uma sociedade machista e tudo que nasce dela vem com essa carga pesada, que pensa as mulheres como menores.

Mas estamos tentando nos unir e nossa força tem feito mudanças. Inclusive, pensar as ações desses casais abusivos da ficção e da vida real, é uma delas. É um exercício conseguir compreender os erros e acertos que são provenientes de pensamentos a respeito da mulher e do seu papel social.

Somos um apetrecho masculino, um acessório? NÃO!

Somos menores e nosso papel é estar atrás de um grande homem? OH GOD, JAMAIS!

Somos quietas, fofas e simpáticas, para que os caras nos amem? NÃO MESMO!

Então amiga, vem comigo e bora bater um papo, que eu listei 8 casais abusivos da ficção e da realidade que vão te fazer refletir com força!