No que vale a pena investir em casa

Móveis e peças de decoração podem variar muito de preço (de R$ 5.000 ao infinito). Na hora de escolher, o que você deve pensar é o quanto você pode e está disposto a gastar em cada item. Em algumas coisas, é sempre bom economizar, afinal, administrar um lar exige boa parte do seu dinheiro.

Porém, alguns itens da sua casa, não podem ser escolhidos pelo preço mais baixo, porque se não a gente corre o risco de cair no velho ditado “o barato sai caro”. Vai por mim!

Fiz uma listinha do que você deve quebrar o porquinho e comprar sem pena:

Colchão e Sofá - Decoração

1 – Colchão: Apesar de especialistas dizerem que todo colchão tem vida útil (normalmente de 8 a 10 anos), mesmo sendo uma peça cara, é importante que não se economize nele. Além de poupar seu corpo de terríveis dores nas costas, ele pode garantir uma boa noite de sono e interferir diretamente no seu bem estar do dia-a-dia. O mais indicado é um que tenha densidade média, mas isso tudo varia de pessoa para pessoa, devido à altura, peso etc. O que se deve estar atento ao comprar um colchão é que se ao deitar sua coluna se alinhada, como quando você está de pé. Outro ponto a ser considerado, é que quando uma das pessoas mexer ou se virar em uma cama de casal, queen ou king, a pessoa do outro lado não sinta nenhum balanço. Para esse efeito, prefira o colchão de molas ensacadas.

2 – Sofá: Se você ama se esparramar no fim de semana para assistir a seus seriados favoritos, sofás desconfortáveis deverão ser banidos. E não se engane: ser um sofá-cama não quer dizer que ele seja confortável. Sofá tem que te “abraçar” quando você senta ou deita nele. Nesse caso, não tem problema nem ele ser tão macio, afinal, não é sua intenção passar a noite toda nele. Também se deve atentar para o tecido do sofá, se ele não é áspero, se não esquenta demais, se é resistente (principalmente para quem tem crianças ou pets em casa). Meu tecido favorito é o suede. O único problema é que se ele for claro, suja com facilidade. Por isso, uso uma manta bem bonitona nele. Assim, além de proteger e fugir daquelas capas horrorosas (quem ainda usa isso?), deixa o sofá bem mais estiloso!

Panelas e Chuveiro - Decoração

3 – Chuveiro: Ninguém merece chuveiro que pinga ou que não esquenta. Tudo bem que devemos ser o mais rápido possível nos banhos, mas lá também é uma hora de relaxar, e não de se estressar por ter que abrir o chuveiro naquela posição exata ou só poder ficar do lado esquerdo, porque na outra parte não cai água. Esse também é um item que varia muito de preço. Dentro das opções, você tem que prestar atenção se prefere um chuveiro com mais pressão na água ou com mais quantidade de água (um chuveiro largo, por exemplo). Mas sabe aquele que você acha em qualquer supermercado? Do marba (mar barato)? Então, é aquele mesmo que você não vai comprar!

4 – Roupa de cama: Se você puder gastar um pouco mais nesse item, não vai se arrepender. Pode parecer frescura, mas deitar em uma cama com lençóis de boa qualidade faz toda a diferença. Com certeza, eles também têm forte contribuição na qualidade do sono. Quando você chega na loja e a atendente diz toda metida que tal modelo é “300 fios”, você pensa : “isso é bom?” Esse número corresponde à quantidade de fios por polegada de tecido. Ou seja, quanto mais fios, mais macio tende a ser sua roupa de cama. Eu já me contento com um de 200, mas podendo ser mais, eu prefiro.

5 – Panelas: Não precisa ser de um conjunto caríssimo, mas hoje no mercado há alguns kits que se você ferver uma água, tá arriscado o fundo da panela sair. Daquelas que no primeiro uso a panela está toda preta. Ninguém merece! Eu prefiro as antiaderentes e sempre checo se o fundo é de um material grosso, assim o alimento cozinha ao invés de queimar. De novo, não caia na pegadinha: não é por ser de uma marca conhecida e cara que seja boa. Procure sempre pesquisar quais são as melhores para o tipo de coisa que você costuma cozinhar. E sempre use dicas preciosas de quem mais entende: sua mãe.

Bom, afinal de contas, quanto se deve pagar em cada um desses itens acima? Depende: quanto você pode? Depois que você tiver essa resposta, é hora de pesquisar os modelos nessa faixa de preço e decidir pelo melhor “custo x benefício”, e não pelo mais barato.