Pé na Tábua: Roma

Depois de “Comer, Rezar e Amar”, quem não fica com vontade de zarpar pra Itália que atire a primeira pizza! A vontade que já batia no peito desse que tem origem italiana, não era pequena. Juntando a fome com a vontade de comer, mochila nas costas e Roma à vista! A quentura do nosso sangue latino não é de graça, o italiano tem presença, não pestaneja, fala alto, fala com as mãos e tem amor no peito. Não estranhe ao ver o garçom fazendo seu pedido no balcão aos gritos

Na Bagagem

Viagem e lembranças estão coladas no meu dicionário. Viajar nas palavras de outras pessoas ou poder contar por onde e como pisei me dão alegria quase igual à de botar a mochila nas costas – ou as rodinhas no chão! Por outro lado, não sou muito conhecido por ter uma boa memória. Então, o que levar para casa para relembrar as andanças por aí? Talvez coisas óbvias, como fotos, ímãs ou camisetas, sejam as primeiras ideias à cabeça, mas estes são bem mais recordações que ativadores de minhas lembranças. De verdade,