Família Homoafetiva: por que esse bicho de sete cabeças?

Mais uma postagem linda para a semana LGBT.

Quando se fala de família homoafetiva, rola uma névoa meio cinza na cabeça da maioria das pessoas (ainda e infelizmente). Mas, o que de fato significa a palavra “Família”?

Vamos recorrer ao nosso querido companheiro e amigo Aurélio, lá encontrei o seguinte:

“Conjunto formado por duas pessoas ligadas pelo casamento e pelos seus eventuais descendentes.”
Entre outros significados com o mesmo fundamento.

Muitos recorrem a tantos livros (religiosos ou não) para julgar, estipular e definir essa palavra, que esquecem de associá-la à base em que a palavra família deve ser fundamentada, que é o AMOR.

Se a base de uma família hétero é o amor, ou deveria ser, o que faz pensar que uma família homoafetiva não teria essa mesma base?

 familia homoafetiva

Quando paro para pensar o tanto de coisa que passei para conseguir entender, aceitar e fazer com que as pessoas que me importam, aceitem o que de fato eu sinto e sou, já me sinto grandiosa e a mulher mais feliz do mundo.

Sou Lésbica, casada, amo minha esposa. Amo acordar todos os dias e saber que a tenho ao meu lado, amo saber que no fim do dia vou vê-la novamente. Todo esse companheirismo que dividimos é fruto de uma manutenção de** respeito e carinho**.

 familia homoafetiva

Logo nossa família irá crescer, planejamos sim ter filhos. Temos certeza que temos o mais importante para que isso ocorra: nosso lar repleto de amor, compreensão, respeito mútuo, transparência e caridade. Não é fácil ser feliz, mas vale a pena cada tombo** se houver o amor**.

Julgamentos todos nós sofreremos a vida toda, sendo homossexuais ou não, mas no final das contas a única pessoa responsável por sua felicidade é você mesmo.

**                                                 familia homoafetiva**

Ame a sua família, tenha ela a composição que for. Respeite a família dos outros, tenha ela a composição que for. 🙂

Fica ligado nessa semana linda e nas postagens!