Nova geração: qual escolher?

Master System ou Nintendinho? Mega Drive ou Super Nintendo? 64 ou PS1? Xbox ou PS2? Xbox 360 ou PS3? E agora, PS4 ou Xbox One? De tempos em tempos, somos colocados diante dessa batalha: qual console escolher? O que para muitos leigos é apenas uma máquina de rodar jogos, para nós é uma escolha que irá definir sua vida videogamística pelos próximos anos. Então e aí, qual escolher?

Optar por determinado console para chamar de seu envolve muitas variáveis, principalmente nessa nova geração que nos foi apresentada atualmente. Mas antes de começar a falar sobre isso, um esclarecimento: notaram que não coloquei o Wii U como uma escolha da geração atual? Fiz essa opção não por duvidar que ele seja digno de tal nome, mas sim por uma questão pessoal. Eu possuo um Wii U e é um ótimo vídeo game, mas um vídeo game secundário, para jogar apenas os jogos exclusivos. Meu conselho de jogador é que ele seja encarado dessa forma: uma máquina de inovação com jogos fabulosos, mas que não terá a variedade de catálogo nem os lançamentos mais comentados e jogados.

Super Nintendo ou Mega Drive?

Agora vamos ao que interessa! Na geração passada decidi escolher o Xbox 360 pelo simples fato de que meus irmãos e amigos já tinham, logo, um fator que sempre devemos levar em consideração: amigos para jogar. Não me arrependo da decisão. O Xbox 360 é uma máquina robusta que nunca me deixou na vontade de nada. Todos os lançamentos e exclusivos foram dignos de encantar qualquer jogador casual.

Já no final da geração, decidi tentar a concorrência e adquiri um Playstation 3. De cara já não gostei muito de alguns fatores: o controle era muito leve e com direcionais pouco sensíveis; o sistema operacional não era tão rápido quanto o do Xbox 360, parecia que o PS3 estava no máximo de sua capacidade ao navegar pela PSN.

Mesmo assim, joguei os exclusivos que nunca tive acesso: Uncharted, InFamous, Killzone, Beyond Two Souls e o aclamado The Last of Us. Com isso posso dizer sem sombra de dúvidas que os exclusivos do PS3 são maravilhosos, acho que até melhores que os do Xbox 360, ou pode ser apenas um final de geração mais caprichado que a Sony teve. Bem, isso nos leva ao segundo fator para escolher um video-game: os exclusivos. Vale bastante a pena dar uma olhada no assunto, ver quais jogos saem para cada console e ver qual se adéqua melhor ao seu estilo.

The Last of Us

Ainda falando sobre exclusivos, no Xbox você verá mais jogos FPS, como o sucesso Titanfall, que está levando o gênero para outro patamar. Já o Playstation tem muitos RPGs e com a facilidade que a Sony está dando para os novos desenvolvedores, teremos muitos indies.

Outro fator de decisão é o uso que você procura para o vídeo game. O Xbox One, além de rodar jogos, ainda é um centro de mídia no qual você pode assistir TV, controlar tudo através de movimentos e afins, o que tem o lado bom e ruim, pois além de dar um uso muito interessante ao console, também tira parte do processamento da máquina para executar essas funções. Falando no concorrente, o Playstation 4, como a própria Sony tem apontando em toda a sua campanha de marketing, é o console feito para jogos e focado nessa experiência.

Nova Geração de Consoles

Se no final desse post você ainda tem dúvidas sobre qual console comprar, não se preocupe. Volte e pense em: jogos exclusivos, amigos que têm o console e qual será o seu uso para ele. Com essas três informações em mente, você fará uma boa aquisição. E esqueça essa rivalidade entre os consoles. Quanto à minha decisão, ficarei dessa vez com o PS4 para começar, pois a Naughty Dog (estúdio que faz jogos exclusivos para a Sony) tem feito jogos excelentes para meu gamer interior.

Mas e aí, qual é a sua escolha?