Loja

Tag

crônica

Bolacha recheada com privilégios

Bolacha recheada com privilégios

Se liberou a cloroquina, o Ministério da Curandeiragem poderia recomendar éter em vez de álcool gel. Fazendo-o, acrescentaria essência de morango e encharcaria minhas máscaras antes de usar. O momento pede entorpecência! Continue lendo a crônica do escritor-convidado Tiago Santos-Vieira.

• 3 mins de leitura
O Bife

O Bife

Nada de temperos; apenas pitadas de sal. Nada de manteiga ou azeite; um fio de óleo na frigideira, só para “puxar”, como dita a gastronomia: o “bife de bunda”, por demais adiposo, fritaria na própria gordura.

• 4 mins de leitura
Intolerância Cronológica

Intolerância Cronológica

O amadurecimento deve ser orientado. Levado nos braços enquanto criança, norteado na adolescência e talvez um chute na bunda no limiar da vida adulta: “já deu, arruma um trampo, e os concurso? Se vira!”. Por que há de se seguir regras ao envelhecer?

• 2 mins de leitura
Otorrinolaringosatanista

Otorrinolaringosatanista

“Bruxismo? Não! Você tem é Satanismo mesmo”, disse o dentista, sobre aquela mandíbula toda fudida. Mas de onde vem tamanha pressão... Travando maxilar diuturnamente, limando dente com dente, deixando todos na mesma altura?

• 2 mins de leitura
Medo e Delírio em Brumadinho

Medo e Delírio em Brumadinho

A alvura dos azulejos lembrava um açougue em fim de expediente. É quando os carnífices largam as facas, munindo-se de escovas e água sanitária, fazendo escorrer pelo ralo sangue, suor e demais fluídos laborais. Mas ainda que exalando brancura hospitalar, o interior dos ladrilhos os denunciavam...

• 2 mins de leitura
Rasteira: um esporte tupiniquim

Rasteira: um esporte tupiniquim

Tudo às avessas, inclusive a aquisição de experiência no galopar dos anos. Mais velho, em vez de safo, mais inocente ficaste. Ou talvez parara no tempo, enquanto quem o rodeava atingia excelência em performance. Numa modalidade que dia desses constará na carta olímpica de opções: a puxação de saco?!

• 2 mins de leitura
Generalidades e mourãolidades do pleito

Generalidades e mourãolidades do pleito

Tá! Não pode falar do “1° colocado”. Nem do isentão pavio curto, que vai tirar seu nome do Serasa. Muito menos da moça das sobrancelhas livres - até porque as taturanas são dela e ninguém tem nada com isso. Também não falemos do picolé de chuchu.

• 2 mins de leitura